Hilights da 55ª Edição do Salone Del Mobile

Leave a Comment


A 55ª edição do Salone del Mobile de Milão que aconteceu de 12 a 17 de abril bateu todos os recordes, de público e de expositores. Foram mais de 2.400 expositores e mais de 370 mil participantes.
A principal e maior feira de design de interiores do mundo como sempre, é a principal referência sobre as novidades e tendências. Aqui vão alguns dos hilights desta edição.




A italiana Moroso trouxe mais uma incrível coleção de peças criadas por seus designers consagrados Patricia Urquiola, Alfredo Häberli, Doshi & Levien, Tord Boontje, Front, Edward van Vliet e Scholten & Baijings, além de um grupo de jovens designers.






O estilista britânico Paul Smith apresentou sua versão listrada do icônico cabideiro em forma de cactus lançado pela marca Gufram, na década de 1970. Smith atualizou o cabideiro espinhoso inspirado em "vibrações alucinógenas" típicas da época.
O Cactus Psychedelic de Smith estará disponível em uma edição limitada de apenas 169 peças.



A italiana Bonaldo, comemorando seus 80 anos, apresentou o preview de sua nova coleção, incluindo as incríveis mesas do designer Alessandro Busana.




A sempre dramática e moderna Moooi apresentou 22 novos ítens da sua nova coleção e 14 configurações de ambientes luxuosos e sedutores.




Para os fãs de carros de luxo e da série James Bond, a britânica Auston Martin lançou peças de mobiliário para ambientes masculinos ou para escritórios poderosos. Entre elas a poltrona V163, revestida com o mesmo couro dos famosos carros da marca e com mecanismos para gerenciar posições.


O designer italiano Harry Bertoia foi um dos grandes colaboradores da americana Knoll, empresa que se tornou uma lenda do design moderno. Nesta edição do Salone del Mobile, a empresa trouxe as criações mais icônicas de Bertoia, como a cadeira Diamante, em versão dourada.







0 comentários:

Postar um comentário

Labels