O icônico banquinho Elephant criado por Ray e Charles Eames foi relançado pela Vitra no projeto ‘A Child’s Dream‘, criado pela fundação Teddy’s Wish que apóia pesquisas sobre a Síndrome da Morte Infantil.


21 artistas plásticos, designers e arquitetos, entre os mais renomados da Europa, foram convidados para customizar os elefantinhos e essas peças foram colocadas em leilão pela Jumblebee, site especializado em levantar fundos para causas nobres e especiais.







0

Para projetar o escritório de engenharia civil de um de nossos parceiros, partimos do princípio que todas as atividades deveriam estar em ambiente adequado a cada função. Sendo assim, área de projetos, reunião, recepção(espera), área de trabalho de engenheiro e copa café deveriam estar super bem delimitados em um espaço bem reduzido.


O projeto teve o principio básico de móvel planejado para cada função do escritório. Como os ambientes deveriam ser compartimentados, optamos por divisórias de vidro para fugir da sensação de confinamento e não comprometer o visual do escritório com barreiras visuais.


Optamos por uma cartela de cores sóbrias, que condizem com a personalidade do cliente e por se tratar de um ambiente masculino.
A textura do concreto, objeto de aplicação das obras de engenharia, foi a escolhida para o revestimento e os tons do mobiliário. Utilizamos o porcelanato que imita concreto para contextualizarmos esta intenção.


O ambiente ficou integrado e garante ao engenheiro um local para trabalhar e realizar suas reuniões com clientes, sempre em um espaço agradável e bem iluminado.


1

Setembro é o mês que marca a entrada da primavera e elas, as flores, estão por toda parte. E não tem como resistir ao encantamento delas.
Para trazer a primavera para dentro de casa, você pode usar e até abusar das estampas florais. Tema recorrente na decoração os florais se adaptam à todos os estilos e por isso estão em um patamar muito acima das tendências de temporada.


Clássico, vintage, country, minimalista, moderno… o tema floral envolve móveis e objetos, sobe pelas paredes, desce pelas luminárias e se espalha pelos tapetes. E chegam até nas obras de arte. Às vezes tudo isso ao mesmo tempo e misturando padronagens, conforme seu estilo.
Renda-se aos encantos dos florais!








0


A máxima contemporânea de que o retrocesso é o maior progresso se aplica a vários segmentos. A tecnologia avança a passos largos em direção ao passado, resgatando o conhecimento quase instintivo de nossos antepassados para alcançar os ideais de conforto de forma mais natural, sustentável e econômica.


A prova disso é o Projeto N.O.V.A. - Nós Vivemos O Amanhã, criado pela Ampla (distribuidora de energia da Enel Brasil), que construirá uma casa de 375 m2 e R$ 5 milhões de reais em uma área pública do Rio de Janeiro utilizando as mais avançadas tecnologias de construção e automação, totalmente inspirada em técnicas usadas nas construções do período colonial e nos conceitos de sustentabilidade.


Com projeto assinado por Arthur Casas, essa casa futurista terá entre outros diferenciais: refrigeração natural, auto-sustentabilidade na produção de energia, reutilização da água das chuvas e ads águas cinzas, contará com vidraças inteligentes que dispensam limpeza e os níveis de consumo serão controlados em tempo real pela internet.
Com entrega prevista para agosto de 2016, durante os Jogos Olímpicos, essa casa é uma experiência tecnológica e sociológica que busca não apenas soluções para o futuro. Os pesquisadores querem conhecer os desejos e expectativas dos usuários, entender seu comportamento e descobrir quais fatores exercerão mais influências sobre suas escolhas.


Financiado através de um sistema de financiamento coletivo pela internet, o projeto já nasceu gerando polêmicas mas é uma importante reflexão sobre a realidade global e a arquitetura funcional dentro desse conceito.
A construção tem que ser inteligente e o belo deve ser resultado disso para agradar de maneira genuína e estar relacionado ao bem estar e qualidade de vida.

A casa N.O.V.A. será consgtruída no caminho Niemeyer, perto do futurista MAC de Niterói.

0

Apesar do frio que ainda se faz presente - ou justamente por causa dele - já começamos a pensar em trocar alguns elementos da decoração para deixar a casa em clima de primavera/verão.


Caminhando em paralelo com o universo da moda, a linha de acessórios de decoração também vem apostando no estilo boho ou hippie chic. A combinação de elementos étnicos, culturais, tribais e vintage, com referências artesanais, remetem ao movimento hippie das décadas de 60 e 70. A idéia é misturar mesmo e chegar a resultados originais, pessoais e bem divertidos.




Nessa onda, as almofadas em tie-dye prometem ser a grande tendência da temporada. Você pode combinar as almofadas em tie-dye com outras em tecidos artesanais e rústicos ou com estampas tribais.
E nada é mais boho que os tecidos manchados em degradê, de forma super artística, em um processo de tingimento que protege algumas partes da ação dos corantes.


Utilizada em diversas culturas e principalmente pelas tribos africanas, a técnica tie-dye possui muitas variações e vão desde as formas mais simples (com torção e amarração do tecido antes da imeresão no corante), até as mais complexas e artísticas como o mudmee tie-dye, uma técnica criada pelos tailandeses e que mistura muitos desenhos e cores.


O estilo boho vem de bohemian e surgiu pela primeira vez no comecinho do século XX, sendo resgatado com bastante força pelos hippies que o transformaram em uma filosofia de vida. O espírito livre proposto por esse estilo, casa muito bem com este momento socio-cultural, principalmente na questão da reciclagem e da valorização das artes e artesanato contra os produtos industrializados e feitos em série.



0

A compra do primeiro imóvel é um passo importante na vida de qualquer pessoa. Todo mundo tem em mente a sua “casa dos sonhos”, o difícil é adequá-la ao que o mercado oferece e, principalmente, ao valor disponível para o investimento.


Além do preço alto, na maioria das vezes os imóveis novos têm plantas padronizadas que não atendem as expectativas do comprador e não possibilitam grandes alterações. E ninguém quer gastar dinheiro reformando um imóvel novo e caro.


Comprar um imóvel antigo pode ser um ótimo investimento e ainda possibilita reformas que o transforme em um espaço diferenciado, personalizado, atendendo os desejos do morador. E até fazendo uma boa economia!


Antes de tudo é preciso fazer uma avaliação profunda do imóvel para saber os custos reais de uma reforma, projetando ainda uma margem de segurança pois imprevistos sempre aparecem quando se trata de imóveis antigos. Outro detalhe importante é o tempo que uma reforma pode levar. Dependendo do caso ela pode se arrastar por meses, o que torna essa opção inviável para quem tem pressa em mudar.


Com um bom projeto e um planejamento super detalhado em mãos, lançar-se à aventura de uma reforma pode ser bem mais prazeroso do que a maioria pensa. Claro que o acompanhamento de um profissional é fundamental durante todo o processo, desde a escolha do imóvel. Entrar em uma empreitada como essa sem embasamentos técnicos pode custar muito caro e transformar a casa dos seus sonhos em um pesadelo.  






Veja também:

Em Melbourne, Um Imóvel Antigo Transformado Em Uma Casa Moderna
0

Adaptáveis a qualquer tamanho de ambiente os tapetes redondos são um coringa na decoração. Super práticos, eles ficam bem inclusive sobrepostos a outros tapetes, uma tendência super em alta.
Na sala de estar é possível abusar no tamanho, abrigando a maior parte dos móveis, centralizando a decoração. Na sala de jantar muitas pessoas gostam de colocar um tapete redondo sob uma mesa redonda, uma solução meio óbvia demais mas que funciona se a escolha for bem feita.


Em tamanhos menores os tapetes redondos servem para demarcar espaços específicos como uma poltrona de leitura, um home office ou um canto de brinquedos para as crianças.
Dependendo da proposta do ambiente, usar uma composição de tapetes em tamanhos diferentes pode resultar em efeito divertido e descolado.
Para não errar na escolha, uma boa dica é o Rotondo, uma coleção de tapetes redondos lançados pela conceituadíssima By Kamy, uma das principais referências em tapetes no Brasil.


Com seis modelos em diferentes cores e desenhos a coleção Rotondo aposta no geométrico, remetendo às mandalas, o que proporciona leveza e equilíbrio à decoração.
Confeccionado com uma matéria-prima natural o Rotondo tem textura macia e o toque super agradável. O tingimento também é natural, o que provoca um efeito diferenciado e charmoso, proporcionando um ar descontraído às ambientações.


Essa é uma boa dica para renovar completamente um ambiente sem mudar muitas peças na decoração. Aposte no redondo!



0

Acontece até o dia 08 de setembro no JundiaíShopping a mostra ARQWEEK 2015 com fotos e projetos de 66 profissionais de arquitetura, paisagismo e interiores de Jundiaí.


Com o tema “Por um Cotidiano Mais Vivo! Ativo! Criativo!”, este evento promove o segmento da construção e suas conexões com a arte, arquitetura, urbanismo, decoração, inclusão social, desenvolvimento regional, negócios e inovação tecnológica e sustentabilidade.


A ArqWeek é uma realização do JundiaíShopping em parceria com o Anuário JAPI (Jundiaí Arqueitetura Paisagismo e Interiores) que lança neste evento sua nova edição, da qual mais uma vez faço parte.




0

Labels