Bambu: A Madeira do Futuro

Leave a Comment
Estacionamento em Leipzig, na Alemanha
Tradicionalmente, as construção em bambu são bastante simples: talos inteiros criam as estruturas e o bambu treliçado complementa a edificação. Esse método se perde na história e pode ser observado ocorrendo de forma similar e paralelamente em várias civilizações primitivas, em tempos onde a comunicação entre elas é muito pouco provável.
Hoje o bambu é um elemento em alta, sendo matéria prima para tecidos e diversos outros produtos. Na construção ele assume novos papéis nas mãos de arquitetos como o genial Vo Trong Nghia, do Vietnã, que nós já postamos aqui.

by Vo Trong Nghia
Superar as limitações do uso do bambu na construção é um grande desafio mas a recompensa também é enorme. Cientistas do MIT (Massachusetts Institute of Technology), junto com arquitetos e processadores de madeira da Inglaterra e Canadá, vem realizando importantes pesquisas para ampliar ainda mais o uso do bambu na construção especialmente em lugares como China, Índia e Brasil, onde o bambu é abundante.
Produtos feitos a partir do bambu estão sendo desenvolvidos por diversas empresas. O projeto do MIT tem a intenção de obter uma melhor compreensão destes materiais, a fim de que o bambu possa ser usado de forma mais eficaz estruturalmente. já que ele é um material mais resistente e leve que muitas das madeiras usadas atualmente.

Escritorio em Bangalore na India
O preconceito talvez seja o maior problema a ser enfrentado na utilização do bambu como matéria prima da construção. Associado às “residências de pobre”, as classes mais abastadas e até mesmo os arquitetos e engenheiros admitem a utilização do bambu apenas em construções mais temáticas como casas de praia ou, no máximo, um gazebo para a piscina.

Building in France by Monica Donati
Na Colombia, em 1999, um terrível terremoto destruiu milhares de casas em áreas de alto padrão e somente as casas de comunidades mais pobres, feitas de bambu, resistiram à catastrofe. Desde então a resistência e flexibilidade do material vem sendo estudada e empregada na construção, principalmente me regiões sujeitas a tremores de terra.

by H&P Architects
Entre as muitas características positivas do bambu está o cultivo fácil e o crescimento rápido. O bambu cresce em abundância em muitas regiões e é uma alternativa ecologicamente correta ao concreto e ao aço, perfeito para a construção de casas e prédios baixos.
Soma-se a isso vantagens como o isolamento térmico-acústico e a possibilidade de geração de renda para pequenos, médios e grandes produtores e temos aí uma alternativa bastante interessante e eficiente que nos leva a repensar nossos hábitos e os métodos construtivos. Não à toa o bambu já é considerado a madeira do futuro.


Green Village, Bali




0 comentários:

Postar um comentário

Labels