Dicas da Larissa: PAREDES ESCURAS.

Leave a Comment


Pintar ou revestir as paredes e/ou o teto em tons escuros não é uma ideia que agrada a todo mundo. Muitos pensam que um ambiente pintar de preto, marrom ou azul marinho, pode reduzir o espaço, criar uma sensação sufocante e até mesmo mais quente.
Em paralelo, a ideia de que um ambiente em tons escuros fica muito mais sofisticado é quase unânime. Não é uma decisão fácil mas, no final, o resultado pode ser surpreendente.

 
Vamos começar pelo básico: Qualquer ambiente pode ser pintado de cor escura? Não. Há um grande conjunto de fatores que determinam as cores usadas em uma decoração, muito além do “gosto” ou “não gosto”. No caso das cores escuras, levamos em conta sim as dimensões do ambiente, principalmente o pé direito, janelas, função do ambiente e o estilo da decoração, entre outros fatores.


Ao contrário do que se pensa, paredes escuras podem ampliar um cômodo pequeno, criando um efeito de profundidade e realçando os efeitos de grandes espelhos. Se o pé direito não é muito alto, pintar o teto de branco é uma boa alternativa.


No ambiente de trabalho as paredes escuras transmitem sobriedade, seriedade e, dependendo da decoração, modernidade. São ideais também em ambientes mais masculinos como esse loft da foto abaixo, onde as cores escuras valorizam o trabalho em madeira.
As cores escuras favorecem muito um trabalho de iluminação mais elaborado, valoriza móveis e obras de arte, além de permitir ousar muito mais na utilização de outras cores em acessórios, mobiliário, piso e tapetes.


Segundo ponto importante: Qualquer parede pode receber pintura em tons escuros? Novamente não. Enquanto cores claras meio que disfarçam eventuais irregularidades, as cores escuras fazem com elas saltem aos olhos. As paredes precisam ser perfeitas para que o resultado seja realmente sofisticado.


Consulte seu decorador. Um bom profissional pode esclarecer todas as suas dúvidas e criar um projeto ideal para o seu ambiente e dentro do seu estilo.




0 comentários:

Postar um comentário

Labels